Not, sir

Não é ridículo que a Inglaterra, talvez a nação que, ao se lançar ao mar, mais invadiu, matou e explorou povos pelos quatro cantos do planeta (sem falar na cagação de regra pra cu/país alheio), não é ridículo que a terra da Rainha-omissa seja a mais veemente em dar um belo e sonoro “No, sir” para pessoas que se lançam ao mar não por opção, mas pela indiferença entre morrer no mar ou morrer de fome?
Enquanto isso o bebê real passa bem em seu castelo de verão. Na Austrália.

Originalmente publicado no Facebook. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s