Um blog não é um blog se…

Então é Natal e o que você fez? Abandonei meu blog!

Bom, o que é mais comum que uma jornalista com um blog?  Claro que é um blog abandonado!

Mas é hora de fazer um post para dar aquela reativada – e parar de receber notificações do WordPress dizendo que já faz não sei quantos meses que não publico algo novo. Como se fosse preciso uma máquina me lembrar que sou procrastinadora!

giphy

Como tudo na vida tem um motivo, tá tudo conectado, com fatores anteriores e posteriores, acho que vale a pena elencar as principais razões de ficar tanto tempo sem publicar no Jabuticário.

Top 3 Desesperos de 2016

Se puder existir justificativas para deixar esse projeto lindo em stand-by então eu tenho algumas. Podem não convencer muita gente, mas para deixar minha consciência tranquila vou resumir com muito amor no Top 3 de desesperos de 2016:

♥ Inicialmente sumi porque comecei a estudar para a prova de mestrado e acho que valeu a pena porque…

♥ Passei na prova – agora sou uma mestranda! – e isso meio que reduz o tempo para escrever aleatoriedades

♥ O golpe que estamos vivendo no Brasil me deixou realmente muito muito muito triste, então ultimamente não tenho escrito nada, nem mesmo para o mestrado, rs. Por sinal a única coisa que me faz escrever é o Diarinho do Golpe, onde estou registrando todos os retrocessos que estamos passando oficialmente desde 31 de agosto de 2016.

2016 nem foi tão ruim assim – mas só para mim

Ok, numa perspectiva pessoal 2016 foi até um ano bacana:

Elias, o sobrinho, nasceu. Consegui romper com o paradigma que nunca mais namoraria na vida. Comecei a decorar minha casa (e fiquei realmente orgulhosa e feliz de pintar caixas e fazer meu quadro negro). No mestrado até estou enturmando com o pessoal – coisa que nunca fiz desde a Pré-Escola.

giphy-1

Podemos estar na merda, mas continuamos dançando!

2016 foi péssimo

Mas como o mundo vai muito além das minhas conquistas interpessoais, dá para afirmar com toda a certeza que esse foi um ano péssimo. Longe de querer fazer uma retrospectiva, (mesmo porquê não quero chorar em cima do teclado) é só pensar na política nacional para ver que nada anda bem.

A falta de diálogo entre população e políticos agora é uma realidade entre as pessoas, o mundo parece que dividiu entre preto ou branco, A ou Z, gay ou hétero, etc. e esqueceram que existe uma infinidade de possibilidades no meio do caminho. E neste contexto é difícil conversar, difícil ler, difícil escrever.

Então, apesar de agora estar na pós-graduação, tenho a impressão de que é o ano que menos li e escrevi, por isso o blog está abandonado. A fanpage do Cantos de Goiás também não é tão movimentada quanto antes. Meus trabalhos acadêmicos estão em cima da deadline

O mundo tá louco e as pessoas estão doentes. Ou o mundo tá doente e as pessoas então ficando loucas?

giphy-2

Eu sou o menino e 2016 é a rampa

Não sei se a ordem dos fatores altera o resultado. O fato é que esse aninho sem vergonha tem certa participação no abandono do blog. O que não quero para 2017, em que tentarei estar mais presente (isso já é uma promessa de ano novo?).

De todo modo, continuo twittando com frequência e às vezes publico no Facebook.

Blog atualizado agora é hora de comprar uvas-passas para o arroz!

E só para não deixar passar batido: #ForaTemer 😉